Relógio carbônico

Blog monitorado

Monitoramento de terremotos

Image and video hosting by TinyPic

O sol hoje! clique aqui.

sun

Clique e veja a lua

moon

Clique e veja nosso planeta.

eart

Tempo

OBA

TRADUTOR

Arquivo do Blog

Parceria

QUÍMICA PERIÓDICA

EDUCADORES MULTIPLICADORES

Cientistas detectam partículas com velocidade superior à da luz



Paris - Os neutrinos, partículas elementares da matéria, foram detectadas viajando a uma velocidade sutilmente superior à da luz, até agora considerada um "limite insuperável", anunciaram esta quinta-feira físicos do Centro Nacional de Pesquisa Científica francês (CNRS).

Se for confirmado em outras experiências, este "resultado surpreendente" e "totalmente inesperado" em relação às teorias formuladas por Albert Einstein, poderia abrir "perspectivas teóricas completamente novas", destacou o CNRS em um comunicado.

De acordo com medições feitas por especialistas da experiência internacional Opera, os neutrinos percorreram os 730 km que separam as instalações do Centro Europeu de Pesquisa Nuclear (Cern), em Genebra, do laboratório subterrâneo de Gran Sasso (centro da Itália) a uma velocidade de 300.006 km/segundo, ou seja, 6 km/s acima da velocidade da luz.

"Dito de outro modo, em uma 'corrida de fundo' de 730km, os neutrinos cruzaram a linha de chegada com 20 metros de vantagem" em relação à luz, se ela tivesse percorrido a mesma distância através da crosta terrestre, explicou o CNRS.

Este resultado, "totalmente inesperado" para os cientistas, foi verificado durante seis meses, mas ainda deve ser confirmado por outros experimentos, disse o físico Antonio Ereditato, porta-voz do Opera.

"Em vista do enorme impacto que este resultado pode ter para a Física, são necessárias medições independentes para que o efeito observado possa ser refutado ou formalmente estabelecido", destacou o CNRS.

"Por isso, os cientistas da cooperação Ópera quiseram abrir o resultado a um exame mais amplo por parte da comunidade de físicos", acrescentou.

Fonte: http://exame.abril.com.br/tecnologia/ciencia/noticias/cientistas-detectam-particulas-com-velocidade-superior-a-da-luz--2
Category: 0 comentários

Para quem ainda duvida que o homem foi à Lua.












Novas imagens do solo lunar mostram o local do pouso das missões da agência espacial Nasa até o local. É possível ver as pegadas dos astronautas e o rastro deixado pelo veículo lunar. No vácuo do espaço, o equipamento deixado lá está intacto até hoje.


Com a vitória na corrida espacial, a Nasa abandonou a missão Apollo, e desde 1972 nunca mais voltou à Lua. A agência espacial americana cortou o seu programa de ônibus espaciais, mas afirma que agora quer voltar ao solo lunar. Muitos duvidam, no entanto, que o governo americano tenha dinheiro e vontade para concretizar o projeto.



PARA VER O VÍDEO: CLIQUE AQUI




Por ora, as imagens servem pelo menos para dispersar teorias que dizem que o homem nunca chegou à Lua e que as imagens famosas de 1969 foram filmadas em um estúdio em Hollywood.



Fonte: UOL/NASA/BBC - Brasil



Quem sou eu

Minha foto

Sou professor da rede privada de ensino lecionando as disciplinas Física, Química, Matemática e Ciências no COLÉGIO EFETIVO/MARTINS - RN. Graduado em Ciências com habilitação em Matemática - Licenciatura Plena - pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte - UERN -, graduado em Física - Licenciatura Plena - pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte - UFRN. Professor de Física aplicada a radiologia, física aplicada ao petróleo e gás e Desenho técnico de cursos técnicos ministrados pela CENPE cursos, unidade Patu RN

Postagens populares

Seguidores